Saiba por que é tão importante acompanhar a atividade dos parlamentares

Quer saber mais sobre como gerenciar melhor o tempo no trabalho? Leia o nosso post exclusivo de hoje e conheça as nossas dicas.
Descubra como gerenciar melhor o tempo no trabalho
25 de junho de 2019
Fazer advocacy no 3º setor é um assunto que gera muitas dúvidas. Por isso, conversamos com um especialista e preparamos um texto a respeito. Veja!
Como se estruturar para fazer advocacy no 3º setor? Confira!
11 de julho de 2019
Você sabia que a participação na cena política brasileira vai além das eleições? Veja a importância de acompanhar parlamentares!

Profissionais que atuam na área de relação governamentais devem, entre outras atribuições, acompanhar parlamentares e as atividades por eles realizadas. Afinal, quais projetos de lei estão em vias de aprovação? Quais são os planos para os próximos anos?

Como se trata de um tema cuja relevância é enorme, preparamos este artigo. Ao longo do texto, mostraremos como o monitoramento legislativo e outras práticas podem ser determinantes em muitos setores. Acompanhe o conteúdo até o fim para saber mais a respeito!

Por que acompanhar parlamentares e suas atividades?

Primeiramente, vale destacar a necessidade de conhecer o papel dos parlamentares. Em poucas palavras, cabe a eles a autoria de legislação e a responsabilidade de aprovar ou não determinada lei. Por consequência, saber como eles pensam tende a impactar as organizações, pois vivemos em um contexto constitucional — as leis nos obrigam a agir de uma maneira ou de outra.

Sendo assim, as matérias mais importantes para a sociedade como um todo dependem da Constituição. No Brasil, o poder executivo pode até fazer algumas coisas, mas ele executa o que as leis determinam, como o próprio nome sugere.

É por isso que acompanhar os parlamentares exige capacidade analítica das instituições. Antes de tudo, é necessário visualizar a matriz temática de um parlamentar, isto é, o que é capaz de mobilizá-lo e quais projetos são de seu interesse. Assim, é possível identificar eventuais parceiros e opositores.

A partir dessa verificação, é preciso compreender qual o tipo de atuação adotado. Isso porque existem parlamentares propositivos, que apresentam novas políticas públicas, e os que são fiscalizadores, cuja principal função é fiscalizar o executivo. É difícil encontrar pessoas que atuam com a mesma intensidade em ambas as frentes.

Depois, deve-se pensar nas estratégias de votação, que engloba a aprovação ou a rejeição de ideais. Uma boa forma de conduzir tais pontos consiste em mapear como os parlamentares se posicionam acerca dos interesses da organização. A ideia é entender como um parlamentar vota em determinadas matérias, como é sua fidelidade ao partido e como se dá sua adesão (ou não) ao governo.

Quais são as dificuldades para quem pretende acompanhar parlamentares?

Uma das maiores dificuldades está ligada ao monitoramento legislativo, que ainda é manual em diversas organizações. Os dados são muito dispersos e, às vezes, representam quantidades gigantescas.

Durante toda a sua trajetória, um deputado federal pode apresentar mil projetos, por exemplo — um volume desses faz com que seja difícil tirar bons insights sobre a sua atuação. Ao cruzar os números, podemos concluir que, desses mil, 80% eram para requerer informação de autoridades sobre algum tema e não propor qualquer política pública.

Discursos, tendências e proposições podem ser facilmente encontrados pela internet. No entanto, a missão de acompanhá-los e unificá-los é um dos pontos mais desafiadores para quem deseja acompanhar parlamentares de modo efetivo.

Como estruturar esse monitoramento?

Existem inúmeras ferramentas para acompanhar a atuação de um parlamentar. Os próprios órgãos federais disponibilizam números de telefone, e-mails e endereços de correspondência para que os cidadãos possam entrar em contato. O Portal da Câmara dos Deputados exemplifica isso muito bem, já que oferece a chance de sugerir leis e outras funcionalidades úteis.

Apesar disso, organizações que vislumbram realizar um monitoramento detido precisam procurar alternativas para estruturá-lo. A influência do parlamentar na aprovação de uma lei, por exemplo, pode embasar o mapeamento de seus interesses.

Ferramentas avançadas ajudam a fazer um filtro da matriz temática não só pelos projetos, mas também pelos discursos. Assim, há como ter uma ideia sobre o que estão falando e quais são as pautas relevantes em uma conjuntura específica. Recursos desse tipo ainda auxiliam a visualizar como parlamentares se organizam nos órgãos internos e nas comissões, bem como a quantidade de mandatos e a reputação.

A InteliGov, plataforma pioneira neste nicho, identifica quais parlamentares estão atuando em um projeto. Ao otimizar tal processo, fica mais fácil estabelecer relações sólidas com essas figuras, porque a organização falará com aqueles atores que têm interesse em dada matéria e estão dispostos a ouvir seus argumentos.

A solução se vale de uma rica base de dados para analisar os projetos apresentados por um parlamentar e os impactos que eles têm. Assim, é possível se afastar dos ruídos comunicacionais e identificar o impacto causado inclusive em outras organizações. Com várias atualizações diárias, a InteliGov ajuda seus clientes a identificar a mudança da matriz temática e de perfil dos deputados.

Pense em um tema como o incentivo ao turismo, por exemplo. Com a InteliGov, você pode filtrar uma base e buscar os parlamentares que mais atuaram nessa área nos últimos anos. Assim, fica extremamente fácil identificar stakeholders relevantes.

Quais são os benefícios do acompanhamento para as organizações?

No curto prazo, a organização identifica quais são os principais players nos temas de seu interesse, isto é, os maiores influenciadores e atores em cada âmbito. No longo prazo, é possível notar como as articulações para aprovação ou rejeição de uma matéria estão sendo feitas, o que é útil para saber como intervir para que os resultados atinjam as expectativas.

O maior benefício é, sem dúvidas, compreender o comportamento parlamentar, desde a fidelidade partidária, a convergência e a divergência em votações variadas, até os assuntos que mobilizam cada um dos legisladores: isso é essencial para montar uma rede de apoio de acordo com as suas necessidades. Com dados precisos em mãos, a procura por um parlamentar que tem afinidade com determinada demanda fica bastante simples.

A InteliGov faz um monitoramento automatizado, capaz de levar para as organizações as questões temáticas de seu interesse. Na prática, ela elabora um perfil bem detalhado do parlamentar: sobre o que ele está legislando, as comissões em que atua ou atuou, o seu momento político e outras informações relevantes. O olhar apurado também se estende às proposições legislativas, o que possibilita analisar vários aspectos do cenário político e as perspectivas que se aproximam. As funcionalidades da plataforma combinam:

  • agendas personalizáveis;
  • gráficos intuitivos e acionáveis;
  • informações atualizadas;
  • monitoramento de proposições;
  • relatórios configuráveis;
  • facilidade para o trabalho em equipe.

Enfim, acompanhar parlamentares e as atividades por eles exercidas é uma medida essencial para qualquer organização, pois a atividade legislativa impacta a todos, interferindo diretamente no desempenho dos negócios.

Se você gostou do conteúdo, aproveite a oportunidade para entrar em contato com a InteliGov e conhecer nossas soluções!

Assine nossa newsletter