Confira 8 dicas de como melhorar o networking profissional

Fazer advocacy no 3º setor é um assunto que gera muitas dúvidas. Por isso, conversamos com um especialista e preparamos um texto a respeito. Veja!
Como se estruturar para fazer advocacy no 3º setor? Confira!
11 de julho de 2019
Está pensando em seguir a carreira de relações institucionais e governamentais? Leia o nosso post e saiba tudo sobre a regulamentação do lobby no Brasil.
A regulamentação do lobby no Brasil
23 de julho de 2019
A sua rede de contatos é um dos maiores ativos da sua carreira. Logo, não deixe de ler o nosso post para conhecer dicas de como melhorar o networking.

Quando falamos em desenvolvimento profissional, costumamos discutir sobre cursos, congressos e diplomas e, muitas vezes, ignoramos a importância da criação e manutenção de uma boa rede de contatos.

A habilidade de desenvolver um bom networking é uma característica bastante cobiçada no mercado de trabalho atual, ainda mais para quem é analista de relações governamentais e precisa frequentar os mais diversos ambientes.

Por isso, vamos dar 8 dicas de como melhorar o networking no seu dia a dia e causar um impacto positivo no seu trabalho. Confira!

1. Tenha uma estratégia

Aumentar o seu círculo de contatos deve ser encarado como uma parte fundamental do trabalho. Portanto, nada de sair por aí distribuindo cartões de visita aleatoriamente. Para que seu networking seja sólido e realmente possa ser útil profissionalmente, é importante que você tenha uma estratégia traçada.

Responda questões como o que você está buscando em sua rede de contatos, qual a impressão que deseja passar, qual o seu interesse profissional e quais lugares as pessoas que você deseja conhecer costumam frequentar.

Saber o que você está buscando é essencial para que o seu networking tenha qualidade e a troca seja positiva, tanto profissionalmente quanto pessoalmente, além de economizar tempo e energia.

2. Participe de eventos

Para construir um bom networking é imprescindível conhecer pessoas em diferentes áreas, certo? Portanto, não se esqueça de que quem não é visto não é lembrado e mantenha uma agenda social ativa em relação aos seus interesses profissionais.

Se você deseja melhorar o seu networking, nada de ficar em casa ou se ater apenas ao horário comercial. É preciso ir além, estar atento aos eventos que acontecem ao seu redor e comparecer a todos aqueles capazes de acrescentar algo.

E quando falamos de eventos, não estamos apenas nos referindo aos profissionais, como palestras e workshops. Fique ligado também nos happy hours, pequenas comemorações de equipes e festas para as quais você for convidado.

É importante marcar presença, porém, nunca se esqueça que, por mais divertida que seja a festa, você está em seu ambiente profissional. Logo, tenha cuidado com bebidas alcoólicas e piadas que possam criar constrangimentos.

3. Fique atento ao seu círculo social

Desbravar novos lugares é essencial para melhorar o seu networking, mas não se esqueça dos círculos que você participa e dos relacionamentos que já desenvolveu. Muitas vezes, na ânsia de conseguir novos contatos, ignoramos as pessoas que estão próximas de nós e acabamos perdendo ótimas oportunidades.

Portanto, faça uma lista de locais que você frequenta que possam ser interessantes para ampliar a sua rede profissional e não tenha medo de puxar conversa com aquela pessoa na academia, que você sempre cumprimenta, mas nunca perguntou o nome, sabe?

Não há um local correto para desenvolver o seu networking, só é preciso ter sensibilidade e capacidade analítica no momento da abordagem. Como dissemos no primeiro tópico, você não vai sair por aí distribuindo cartões, mas buscando estabelecer boas conexões com as pessoas que o cercam.

4. Não apareça apenas para pedir favores

Não há nada mais inconveniente e negativo do que aparecer apenas para pedir favores. Tenha em mente que fazer networking não é necessariamente acumular cartas na manga para resolver seus possíveis problemas, mas construir uma rede que o reconheça como parte daquela comunidade, admire o seu trabalho e conheça as suas habilidades.

Dessa maneira, as trocas, conselhos, indicações e ajudas fluirão de maneira natural, sem parecer que você é apenas um oportunista querendo se aproveitar das pessoas. Portanto, trabalhe os seus relacionamentos e esteja sempre presente. Anote datas de aniversário, mande mensagens, convide para um happy hour ou almoço casual e, acima de tudo, também se coloque à disposição.

5. Não force intimidade

Uma ramificação do conselho anterior é não forçar intimidade com quem você não tem. Sabe aquela pessoa chata e desnecessária que está sempre tentando ir além dos limites? Então, não seja ela.

O networking deve ser trabalhado de maneira estratégica e clara, sendo que a confiança e as relações vão sendo construídas aos poucos. Logo, nada de se convidar para festas que não foi chamado ou agir com entusiasmo em excesso quando encontrar alguém. A velha sabedoria popular de que menos é mais também vale aqui.

6. Use a internet a seu favor

É impossível ignorar o poder que a internet exerce em nossas atividades, sejam elas pessoais, sejam profissionais. Portanto, não deixe de utilizar tal ferramenta para melhorar o networking.

Esteja presente nas redes sociais, principalmente no LinkedIn, e evite assuntos polêmicos. Nada de postar fotos com conteúdos duvidosos, como a noitada com os amigos ou opiniões políticas que possam causar constrangimento.

Foque no seu trabalho e em assuntos relacionados para construir uma boa rede de contatos. Compartilhe notícias interessantes (e cheque sempre a fonte), faça comentários pertinentes no perfil de outros colegas, mas nunca seja deselegante ou grosseiro.

7. Seja referência

As pessoas querem estar próximas de quem tem valor agregado, portanto, nunca deixe de investir em seu crescimento pessoal e profissional. Mantenha-se atualizado, participando de cursos, palestras e workshops e busque ser referência no seu trabalho.

Manter-se focado no seu desenvolvimento é uma das maneiras mais eficazes de melhorar o networking, uma vez que, ao ter o seu valor reconhecido, as pessoas é que vão procurar fazer contato com você — e não o contrário.

8. Torne os seus relacionamentos mais pessoais

Por fim, torne os seus relacionamentos pessoais. Nada de padronizar mensagens ou conversar apenas sobre coisas superficiais. Tenha foco em cada pessoa que você julgue importante para a sua rede de contatos e identifique quais são os interesses em comum de vocês.

Pode ser futebol, outra atividade esportiva, cerveja, música, viagens, entre outros. Fica mais fácil estabelecer uma rede de contatos quando há uma identificação que vai além do profissional, uma vez que a troca acaba fluindo de maneira ainda mais natural.

Muitas pessoas se perguntam sobre como melhorar o networking achando que essa é uma tarefa muito difícil e destinada apenas para as pessoas extrovertidas e populares. Porém, tenha em mente que todo mundo é capaz de desenvolver uma boa rede de contatos profissionais, basta estar disposto e atento ao seu redor.

Se você quiser saber mais sobre como melhorar o alcance do seu trabalho, siga as nossas páginas nas redes sociais e conheça muitas outras dicas. Estamos no Facebook, Instagram, LinkedIn e Twitter.

Assine nossa newsletter